naoatorturars

Comitê contra Tortura aciona Ministério Público sobre denúncia de descendentes de escravos

In Saiu na imprensa on março 31, 2011 at 1:20 pm

(Correio do Povo, 01/09/2010)

O Ministério Público do Estado vai receber, nos próximos dias, todo o material coletado pelo Comitê Estadual contra a Tortura no Quilombo Silva, no bairro Três Figueiras, em Porto Alegre. Nas noites de 23 e 24 de agosto, na última semana, os descendentes de escravos teriam sido vítimas de tortura por policiais militares do 11º BPM. Uma residência chegou a ser invadida por brigadianos, que prenderam um morador, o algemaram e o levaram para o posto da corporação no bairro Chácara das Pedras. O trabalhador alega que ficou, durante uma hora, ajoelhado e algemado no posto policial.

“Filmamos o relato dos moradores e colhemos o depoimento das vítimas. O material será encaminhado ao Ministério Público e outros órgãos competentes”, disse a promotora de Justiça e coordenador do Comitê Contra a Tortura, Cynthia Jappur. O comitê vai ouvir, ainda, os pms envolvidos. Caso fique comprovada as acusações, o Ministério Público poderá denunciar os policiais militares envolvidos. Ontem, o comando do 11ºBPM abriu sindicância para apurar a conduta dos soldados. Na última semana, um jovem de 18 anos, também quilombola, chegava ao Quilombo Silva e foi algemado e humilhado por policiais. O jovem só foi liberado quando mostrou sua identificação de militar, pois presta serviço obrigatório ao Exército brasileiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: